segunda-feira, 16 de julho de 2007

derrelição



a obscena senhora d, de Hilda Hilst, tem logo em seu início a palavra derrelição, até então, desconhecida para mim.
tomo de empréstimo a palavra, que não é de Hilda, mas que cabe nesta série como título, assim como tomo de empréstimo sua personagem Illé, e também outras tantas personagens (reais?), que são de outros, que não são de ninguém, mulheres que dialogam com as longas esperas. 

Nenhum comentário: