quarta-feira, 19 de setembro de 2007

Eram todos meus filhos



Há mais ou menos dois anos atrás, eu e o Amarilio Jr., fizemos esse cartaz, para a peça: Eram todos meus filhos, de Arthur Miller.

Uma crítica aos cartazes de teatro e cinema. Tendo em vista que os cartazes de teatro infantil, tem um trabalho de arte, uma linguagem muito parecida com a utilizada no livros infantis, o resto, pelo menos aqui no Brasil, são de um mal-gosto indecoroso, assim como a cenografia, senhores atores e afins, um pouco mais de cuidado e de bom gosto!!!

Nenhum comentário: