quinta-feira, 17 de abril de 2014

a longa pausa dos amantes

"o que nos torna amantes é a palavra, a palavra vem antes do corpo, da palavra vem a febre, braços do beijo, do abraço.
o silêncio é a ponte que conduz a morte, cansaço de corpos e pernas que se misturam, eis que sucumbimos...
do folêgo, eis que ritmados.
do desejo, a satisfação pausa naquele primeiro silêncio...
que já não sei se de morte ou de contentamento".
A.L.

Nenhum comentário: